PERGUNTAS E RESPOSTAS

Sim respondemos nossos clientes!

EXISTE ALGUM NUTRIENTE QUE SE CONSUMIDO NA FORMA DE ALIMENTOS PODE SER TÓXICO AO ORGANISMO?

Sim, o selênio, este nutriente parece estar envolvido na prevenção de aterosclerose, cânceres específicos, artrite, patologias do sistema nervoso central, infertilidade masculina e função imunológica alterada.

Porém, o excesso é tóxico e pode ocorrer via alimentação, não só via suplementação.
O conteúdo deste mineral nos alimentos varia muito conforme o conteúdo do mesmo no solo, porém em média se tem:

Castanha-do-Brasil média (4g) = 160mcg

1 punhado de 6 Castanhas-do-Brasil (24g) = 960mcg

Os efeitos tóxicos ocorrem em pessoas com concentrações plasmáticas >100μg/dL, que corresponde a um consumo superior a 850μg/dia.

Não há mecanismos de controle homeostático para a sua absorção, que é alta e eficiente.

Portanto, a reposição deste mineral é seguida por rápido acúmulo nos tecidos endócrinos, órgãos reprodutores e cérebro.

Os efeitos da selenose crônica incluem unhas e cabelos frágeis e quebradiços, distúrbios gastrintestinais, erupções cutâneas, fadiga, irritabilidade e anormalidades do sistema nervoso.

Tanto o excesso quanto a deficiência de selênio pode promover danos. Por exemplo, a espermatogênese depende de um adequado suporte de selênio; já o excesso pode prejudicar a função ovariana.

Portanto, lembre-se: EQUILÍBRIO SEMPRE!


É sua vez de se alimentar corretamente e com saúde!