PERGUNTAS E RESPOSTAS

Sim respondemos nossos clientes!

VALE A PENA GASTAR COM PRODUTOS ORGÂNICOS?

1) Consumindo orgânicos eu sou mais saudável?

Sim. Alimentos produzidos de forma natural têm características nutricionais superiores do que os produzidos em larga escala com o uso de pesticidas. Para matar as pragas, o agrotóxico impede que a planta produza algumas proteínas fundamentais para seu crescimento, além de interromper uma importante via enzimática fundamental para a sobrevivência dos vegetais.

2) Agrotóxicos causam câncer?

Os principais estudos científicos sobre o glifosato (herbicida mais utilizado no mundo) e outros agrotóxicos apresentam resultados conflitantes, ainda não há um consenso a respeito. Vários estudos mostram maior incidência de câncer/autismo/alterações endócrinas por exemplo, outros asseguram que não há como provar que herbicidas façam mal à saúde humana.

3) Mas tem um limite considerado seguro, não tem?

Talvez SE usado na dosagem correta e respeitado os dias de colheita, talvez realmente não cause problema. O problema é como garantir esta dosagem segura, já que colheita isto significa perda de dinheiro para quem produz. Um grande problema em grandes indústrias de alimentos é justamente encontrar fornecedores que provem que o limite seguro é respeitado. Morango e tomate têm altos índices de contaminação, pois o controle da quantidade e tempo de utilização dos pesticidas nestes alimentos é muito difícil, então a grande maioria acaba tendo níveis perigosos para a saúde.

4) Se agrotóxicos algumas vezes não conseguem nem matar as pragas, farão mal à minha saúde?

Fertilizantes têm tido menor eficácia, mas isto acontece não porque estes produtos são “fracos” e consequentemente não fariam mal à saúde humana, mas porque as pragas têm criado resistência a elas. Fazendo um paralelo, é como as bactérias que têm criado uma preocupante resistência aos antibióticos. 

5) É viável alimentar a população mundial só com orgânicos?

Ainda não. Isto demandaria utilização de mais terras por causa de seu menor rendimento em relação à agricultura convencional, o que levaria à degradação de ecossistemas.

Concluindo:

Alimento orgânico para mim entra na mesma categoria de salmão selvagem/queijo de leite cru (queijo da canastra)/frango e boi orgânicos/ovo caipira. Produtos mais caros que as versões “tradicionais” (estão praticamente virando artigo de luxo, fico triste com isso) e que não chegam a todos. Na minha visão indiscutivelmente mais saudáveis e que valem o investimento, pois a longo prazo isto provavelmente significaria gastos menores com doenças. Além disto, quanto maior o consumo deles, mais baratos eles tendem a ficar. Mas você não tem acesso a nada disso? Dá para ainda sim ser saudável. Faça uma hortinha, varie bastante os alimentos, higienize da forma adequada e mantenha seu fígado bem saudável, pois ele é o principal responsável por eliminar as toxinas que ingerimos. 

 


É sua vez de se alimentar corretamente e com saúde!