A Nutrição Funcional considera a interação entre todos os sistemas do corpo e atua corrigindo os desequilíbrios do organismo de cada indivíduo, que ocorrem principalmente devido a inadequação da qualidade da nossa alimentação e das alterações emocionais pelas quais passamos. Na prática engloba tanto a prevenção como o tratamento de doenças, focalizando os aspectos bioquimicamente únicos de cada indivíduo, intervindo para restaurar o equilíbrio fisiológico de cada um, levando ao bem estar físico e mental.

Através da Nutrição Funcional, é possível identificar sintomas e características de cada paciente e relacioná-los a situações de carência ou excesso de determinados nutrientes. A partir disto, é possível fazer um planejamento alimentar individualizado e focado, assim como a prescrição de suplementos quando necessário.

A Nutrição Clinica Funcional possui cinco princípios básicos:

1) Individualidade bioquímica: Enquanto um indivíduo é alérgico a camarão, o outro não é. Enquanto para um o café pode gerar insônia, para outro não. Cada indivíduo é único e deve ser tratado como tal.

2) Tratamento centrado no paciente: O tratamento é direcionado ao paciente e não à doença, e o indivíduo é abordado como um todo, como um conjunto de sistemas que se inter-relacionam e que sofrem influências de fatores ambientais, emocionais, alimentares, histórico de patologias e uso de medicamentos, hábitos de vida e atividade física.

3) Equilíbrio nutricional e biodisponibilidade de nutrientes: É essencial a oferta de nutrientes em quantidade e proporção adequadas, para que haja otimização da sua absorção e aproveitamento pelas células.

4) Inter-relações em teia de fatores fisiológicos: A teia da Nutrição Funcional considera a inter-relação mútua de todos os processos bioquímicos internos, de forma que um influencia o outro, gerando desordens que abrangem os diversos sistemas. A teia possibilita a compreensão dos desequilíbrios que estão nas bases funcionais do desenvolvimento das condições clinicas, tratando a causa, ao invés de apenas os sintomas.

5) Saúde como vitalidade positiva: Não é normal se sentir inchado, ser obstipado, ter azia, acne ou unhas quebradiças. A saúde não é somente a ausência de doenças, e sim bem estar global, tanto físico quanto mental.

 

SAIBA EM QUAIS DESORDENS A NUTRIÇÃO FUNCIONAL PODE ATUAR

(Clique nos circulos para visualizar)

 
  • NEUROLÓGICAS
  • Enxaquecas
  • Déficit de Memória
 
  • GASTRINTESTINAIS
  • Constipação intestinal crônica
  • Diarréia crônica
  • Síndrome do Cólon irritável
  • Doença de Chron
  • Doença Celíaca
  • Gases, Estufamento, Má digestão
  • Refluxo, Azia, Gastrite
  • Colite, Diverticulite
 
  • COMPORTAMENTAL
  • Insônia, despertares norturnos, sonolência
  • Compulsão alimentar
  • Vicio por carboidratos
 
  • GASTROINTESTINAL
  • Constipação intestinal crônica
  • Diarréia crônica
  • Síndrome do Cólon irritado
  • Doença de Chron
  • Doença de Celíaca
  • Gases, estufamento e má digestão
  • Refluxo, azia e gastrite
  • Colite e diverticulite
 
  • GINECOLÓGICAS
  • Candiadíase de repetição
  • Cistite de repetição
  • Acompanhamento pré, per e pós gestacional
  • Alívio de sintomas da TPM e menopausa
  • Síndrome dos ovários policísticos
  • Osteoporose e Osteopenia
 
  • ESTÉTICA
  • Acne
  • Alergias de pele
  • Retenção hídrica, varizes e olheiras
  • Celulite
  • Flacidez cutânea
  • Enfraquecimento de unhas e cabelos
  • Ressecamento de pele
 
  • METABÓLICA
  • Disfunções de tireóide
  • Sobrepeso e obesidade
  • Hipertensão
  • Aumento do colesterol e triglicerídeos
  • Diabetes e resistência insulínica
  • Baixa performance física
 
  • ALERGIAS
  • Rinite, sinusite, asma e bronquite
  • Alergias alimentares
  • Baixa imunidade
FaLang translation system by Faboba